Pular para o conteúdo

Zanatta Desenvolvimento

Zanatta
Início » Sem categoria » Briófitas Pteridófitas Gimnospermas e Angiospermas

Briófitas Pteridófitas Gimnospermas e Angiospermas

Características gerais de cada grupo de plantas mencionado

Briófitas

  • São plantas terrestres pequenas e não vasculares, o que significa que não possuem tecidos especializados para o transporte de água e nutrientes.
  • Dependem de ambientes úmidos, pois suas estruturas delicadas não toleram condições secas.
  • Não possuem verdadeiras raízes, caules e folhas, mas possuem estruturas chamadas rizoides, cauloides e filoides, respectivamente.
  • O ciclo de vida das briófitas inclui duas fases: gametofítica (n) e esporofítica (2n).

Pteridófitas

  • São plantas vasculares que possuem tecidos condutores de água e nutrientes (xilema e floema).
  • Reproduzem-se por meio de esporos e possuem um ciclo de vida alternante, alternando entre a fase gametofítica (n) e a fase esporofítica (2n).
  • Possuem raízes, caules e folhas verdadeiras.
  • Exemplos de pteridófitas incluem samambaias e cavalinhas.

Gimnospermas

  • São plantas vasculares que produzem sementes, mas suas sementes não são protegidas por frutos.
  • Possuem estruturas reprodutivas chamadas cones, que podem ser masculinos ou femininos.
  • Suas folhas são frequentemente em forma de agulha e têm adaptações para suportar condições de clima frio.
  • Exemplos de gimnospermas incluem pinheiros, cicas e sequoias.

Angiospermas

  • São o grupo mais diverso e bem-sucedido de plantas, com mais de 300.000 espécies conhecidas.
  • São plantas vasculares que produzem flores e frutos, tornando-as a maioria das plantas que encontramos ao nosso redor.
  • As flores são as estruturas reprodutivas, que atraem polinizadores para ajudar na reprodução.
  • As sementes são protegidas dentro de frutos, o que ajuda na dispersão e proteção do embrião.
  • Podem ser divididas em duas classes: monocotiledôneas (um cotilédone nas sementes) e dicotiledôneas (dois cotilédones nas sementes).

Essas são apenas algumas das características gerais de cada grupo de plantas. Cada um deles possui uma enorme diversidade de espécies com adaptações e características específicas que lhes permitem viver e prosperar em diferentes ambientes e condições.

Exemplos de plantas para cada grupo mencionado

  1. Briófitas:
  • Musgo-esfagno (Sphagnum spp.): Encontrado em áreas úmidas e pantanosas, é usado na jardinagem e na fabricação de turfa.
  • Musgo comum (Physcomitrium spp.): Encontrado em troncos de árvores e rochas úmidas.
  • Hepática (Marchantia spp.): Uma das hepatícas mais conhecidas, com uma aparência de “pequenos guarda-chuvas”.
  1. Pteridófitas:
  • Samambaia (Pteridium aquilinum): Uma samambaia comum encontrada em florestas e áreas úmidas.
  • Cavalinha (Equisetum spp.): Conhecida por seu caule articulado e estrutura em forma de cone.
  • Licopódio (Lycopodium clavatum): Planta pequena com aspecto semelhante a musgo, encontrada em ambientes úmidos.
  1. Gimnospermas:
  • Pinheiro-bravo (Pinus pinaster): Uma das espécies de pinheiros mais comuns, encontrada em regiões temperadas.
  • Cica (Cycas revoluta): Uma gimnosperma tropical que possui uma aparência semelhante a uma palmeira.
  • Sequoia-gigante (Sequoiadendron giganteum): Uma das árvores mais altas e massivas do mundo, encontrada em florestas temperadas.
  1. Angiospermas:
  • Rosa (Rosa spp.): Uma flor ornamental conhecida por sua beleza e fragrância.
  • Maçã (Malus domestica): Uma fruta comum e popular encontrada em diversas variedades.
  • Trigo (Triticum aestivum): Um importante cereal cultivado para a produção de farinha e outros alimentos.

Esses exemplos são apenas uma pequena amostra da vasta diversidade de plantas em cada grupo. Cada um deles abrange inúmeras espécies diferentes, com adaptações e características específicas que lhes permitem prosperar em diferentes habitats e ecossistemas.

  1. Briófitas:
  • Musgo-escova (Polytrichum spp.): Encontrado em solos úmidos e sombreados, com uma aparência de escova.
  • Musgo-perlado (Ptilium crista-castrensis): Musgo comum em áreas úmidas e sombreadas.
  • Ricciocarpos natans: Uma pequena hepática flutuante encontrada em lagos e lagoas.
  1. Pteridófitas:
  • Nephrolepis exaltata: Uma popular samambaia de interior com folhas longas e delicadas.
  • Azolla filiculoides: Uma pequena planta aquática frequentemente encontrada em lagos e lagoas.
  • Selaginella spp.: Gênero de plantas com aparência semelhante a samambaias, mas com características distintas.
  1. Gimnospermas:
  • Abeto (Abies spp.): Conhecido por suas folhas em forma de agulha e uso como árvore de Natal.
  • Ginkgo biloba: Uma das espécies mais antigas de árvores vivas, conhecida por suas folhas em leque.
  • Pinheiro-manso (Pinus pinea): Um pinheiro comum na região do Mediterrâneo, produzindo pinhões comestíveis.
  1. Angiospermas:
  • Tulipa (Tulipa spp.): Uma das flores mais populares e coloridas encontradas em jardins e arranjos florais.
  • Banana (Musa spp.): Uma planta tropical que produz a popular fruta em cachos.
  • Milho (Zea mays): Um importante cereal cultivado para alimentação humana e animal.

A flora do nosso planeta é rica e fascinante, com muitas espécies a serem descobertas e apreciadas.

  1. Briófitas:
  • Marchantia polymorpha: Outra espécie de hepática comuns em ambientes úmidos.
  • Funária (Funaria hygrometrica): Musgo encontrado em solos úmidos e comuns em áreas urbanas.
  • Sphagnum palustre: Musgo esfagno encontrado em turfeiras e pântanos.
  1. Pteridófitas:
  • Avencas (Adiantum spp.): Gênero de samambaias conhecidas por suas delicadas folhas em leque.
  • Osmunda regalis: Uma espécie de samambaia que pode atingir grande porte.
  • Língua-de-veado (Microsorum spp.): Samambaia popular em jardinagem de interior.
  1. Gimnospermas:
  • Araucária (Araucaria angustifolia): Árvore comum em regiões subtropicais, conhecida como pinheiro-do-paraná.
  • Taxus baccata: Conhecida como teixo, é uma árvore de pequeno porte utilizada como ornamental.
  • Thuja occidentalis: Conhecida como tuia, é uma árvore comum em paisagismo.
  1. Angiospermas:
  • Orquídea (Orchidaceae): Família de flores com diversas espécies exóticas e ornamentais.
  • Morango (Fragaria spp.): Planta que produz os apreciados frutos vermelhos.
  • Carvalho (Quercus spp.): Gênero de árvores conhecidas pela sua longevidade e uso em produção de madeira.

Esses exemplos adicionais continuam demonstrando a variedade e a importância das plantas em nosso mundo. Cada grupo

Plagiochila asplenioides: Uma espécie de hepática encontrada em florestas úmidas.

  • Funaria fascicularis: Uma variedade de musgo comum em troncos de árvores e rochas.
  • Riccia fluitans: Um musgo aquático flutuante encontrado em lagoas e tanques.

Pteridófitas:

  • Polipódio (Polypodium spp.): Gênero de samambaias comuns em troncos de árvores e pedras.
  • Salvinia molesta: Uma pteridófita aquática que flutua na superfície de lagos e lagoas.
  • Adiantum capillus-veneris: Uma samambaia delicada e ornamental conhecida como cabelo-de-vênus.

Gimnospermas:

  • Cycas revoluta: Outra espécie de cica comum em paisagismo e cultivo de interior.
  • Gnetum gnemon: Árvore tropical conhecida como melinjo, com uso culinário e medicinal.
  • Podocarpus macrophyllus: Conhecido como pinheiro-romano, é uma gimnosperma ornamental.

Angiospermas:

  • Magnólia (Magnolia spp.): Gênero de árvores e arbustos com flores grandes e vistosas.
  • Lírio (Lilium spp.): Gênero de plantas com flores perfumadas e variadas.
  • Camomila (Matricaria chamomilla): Planta comum em chás e produtos medicinais.

Bromélias (Bromeliaceae): Família de plantas tropicais com flores coloridas e adaptadas a ambientes úmidos.

Suculentas (diversos gêneros): Plantas adaptadas a ambientes secos e com capacidade de armazenar água em suas folhas e caules.

Jasminum officinale: Conhecido como jasmim, é uma trepadeira com flores perfumadas.

Papaver rhoeas: Também conhecido como papoula-vermelha, é uma planta de flores vibrantes.

Cactaceae (vários gêneros): Família de plantas suculentas comum em regiões áridas.

Eucalyptus globulus: Conhecido como eucalipto, é uma árvore comum em regiões de clima temperado.

Brassica oleracea: Conhecida como couve, é uma hortaliça comestível rica em nutrientes.

Primula vulgaris: Também conhecida como primavera, é uma planta de flores coloridas.

Cereus peruvianus: Conhecido como cacto-peruano, é uma planta suculenta de grande porte.Dianthus caryophyllus: Também conhecido como cravo, é uma flor ornamental.

Pimenta (Capsicum spp.): Gênero de plantas com frutos picantes usados em culinária.

Hydrangea macrophylla: Conhecida como hortênsia, é uma planta ornamental de flores vistosas.

Acer palmatum: Conhecido como bordo japonês, é um tipo de árvore ornamental.

Fuchsia magellanica: Uma planta com flores pendentes e coloridas.

Dendrobium spp.: Gênero de orquídeas com flores exóticas e variadas.

Vanilla planifolia: Conhecida como baunilha, é uma planta tropical com uso culinário.

Esses exemplos adicionais mostram a ampla diversidade de plantas em cada grupo e como elas podem variar em aparência, habitat e usos. A flora do nosso planeta é verdadeiramente incrível e desempenha um papel essencial na sustentação da vida na Terra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *