Pular para o conteúdo

Zanatta Desenvolvimento

Zanatta
Início » Marketing » Topo de funil: Entenda tudo as etapas desse estágio do funil

Topo de funil: Entenda tudo as etapas desse estágio do funil

funil de vendas

Você sabe o que é funil de vendas? Também sabia que quando trabalha ele do jeito certo, aumenta bastante as chances de realizar uma venda? Dessa forma, entenda mais sobre as etapas deste processo.

O que é o funil de vendas?

O funil de vendas vem ajudando cada vez mais as empresas a entender o comportamento dos seus consumidores para efetuar mais vendas.

O funil de vendas, também chamado de pipeline de vendas, é um modelo estratégico que mostra a jornada do cliente desde o primeiro contato com a empresa, até a concretização de uma venda.

Ele representa o caminho que o cliente faz até fechar em uma compra, consistindo em acompanhar e gerenciar o consumidor em todo o processo da jornada. 

Para que serve o funil de vendas?

O objetivo principal é fazer com que o cliente efetue uma compra com sua empresa.

Para entender bem esse assunto, é muito importante conhecer como funciona o comportamento de compra do consumidor.

Durante a sua jornada de compra, o cliente passa por vários momentos que revelam como ele está próximo de comprar um produto.

Mediante a isso, o app funil de vendas traz vários benefícios para as empresas, que são:

  • Monitoramento;
  • CRM;
  • Definição do momento de compra;
  • Entender quais ferramentas utilizar;
  • Tempo médio do ciclo de vendas.

Vendo todos esses benefícios, é importante entender mais sobre cada um deles de forma detalhada. Desse modo, veja mais a seguir. 

  1. Monitoramento

Acompanhar e monitorar os clientes e os seus pontos de contato com a empresa em uma intenção de compra é muito importante.

Além disso, é preciso descobrir os reais motivos que levam os consumidores a optarem ou não pela sua empresa. 

Com isso, uma das ferramentas que podem analisar a jornada do cliente é o crm grátis.

  1. CRM

O CRM é uma sigla usada para Customer Relationship Management que significa em tradução livre, Gestão de Relacionamento com o Cliente.

Ele refere-se basicamente ao conjunto de práticas e estratégias de um negócio, além de ferramentas focadas em um bom relacionamento com um determinado consumidor.

Na prática, esse relacionamento vai além, ele pode ser até mesmo um crm vendas que usa o marketing e o atendimento em todos os pontos de contato com o cliente.

Por isso, o conceito de CRM significa ter planejamento, estratégia e execução centrados e focados nos consumidores.

Com isso, o CRM define estratégias de negócios a partir de práticas de tecnologias capazes de analisar a interação do cliente com a empresa, mantendo assim um relacionamento sólido.

O sistema crm poderá ajudar nas equipes de vendas e marketing durante a verificação da jornada de compra do cliente no funil de vendas.

  1. Definição do momento de compras

Através do funil de vendas, é possível mensurar como o cliente está na sua jornada de compra, definindo metas ou marcas que mostram que o consumidor amadureceu e está propenso a comprar o seu produto.

Assim, é possível saber exatamente quando o cliente entrou em uma nova etapa do funil.

  1. Entenda quais ferramentas utilizar

É possível analisar quais ferramentas utilizar para em todos os momentos que o consumidor estiver no funil de vendas. Portanto, esse é um ótimo momento para alinhar o time de vendas com o de marketing.

Dessa maneira, trabalhando de forma conjunta, será possível utilizar as ferramentas certas para cada fase de vendas em que os consumidores estiverem.

Com isso, vai aumentar as chances de vendas, além de ajudar a crescer a produtividade das equipes também 

  1. Tempo médio do ciclo de vendas

Através dos dados adquiridos por meio do funil de vendas e do CRM, será possível ter informações importantes para saber qual é o tempo médio do ciclo de vida dos seus consumidores.

Com isso, é possível adaptar melhorias no processo produtivo para otimizar o tempo.

Além disso, também está propenso a encontrar oportunidades e respostas para a possibilidade de desenvolvimento de novos produtos.

  1. O maior índice de fidelização

O funil de vendas é uma ferramenta certa para ajudar a conquistar os clientes e fidelizá-los.

Com isso, será possível conhecer os interesses dos clientes, trabalhar as melhores estratégias de marketing e aumentar a credibilidade com um atendimento eficiente. 

Fazendo tudo isso, com certeza, a sua empresa conseguirá atender bem cada consumidor, garantindo assim, a satisfação deles.

Topo de funil

O topo de funil é o responsável pela entrada dos seus novos clientes no seu negócio.

Quando se refere às vendas, seja em ambiente digital ou não, sempre é necessário existir um funil de vendas.

Ele é composto pelo topo, meio e fim. 

No topo do funil de vendas, é onde entram todos os potenciais clientes do seu negócio e ele é fundamental para fazer a sua empresa crescer.

Como trabalhar o topo do funil?

É muito importante saber como fazer para chegar ao seu topo do funil e trabalhar de forma eficaz para trazer cada vez mais potenciais clientes.

Desse modo, entenda mais sobre cada uma das estratégias. 

  1. Ofertas de conteúdo

O primeiro passo é trabalhar com ofertas de conteúdos que possam atrair mais leads para o seu negócio.

Podem ser tratar de e-books grátis sobre assuntos específicos, sequências de vídeo aulas gratuitas e até mesmo um minicurso.

Além dessas ofertas de conteúdo, o seu topo do funil deverá incluir aquilo que é chamado de produtos de entrada.

  1. Produtos de entrada

Esses são os produtos que trazem clientes para dentro do seu negócio, e são os responsáveis pela entrada de novos compradores.

Por isso, é importante que o preço seja acessível, e assim, é possível ter dois ou três produtos de entrada com valores diferentes.

Estes produtos de entrada servem essencialmente para separar quem compra de quem não.

Com as ofertas de conteúdo, é possível gerar uma grande quantidade de novos leads para o seu negócio.

Sem um bom topo de funil, o seu negócio está condenado a um esforço muito grande de aquisição de novos clientes. 

Por isso, é importante uma boa estrutura do topo do funil. Além disso, é também necessário o uso de gatilhos mentais para o aumento das vendas.

O que são gatilhos mentais?

Gatilhos mentais é um assunto que vem sendo bem utilizado pelas empresas com o objetivo de conseguir realizar mais vendas.

Eles são estímulos recebidos pelo cérebro que influenciam diretamente na tomada de decisão.

É praticamente uma reação automática que se tem ao receber tais estímulos, produzindo sintomas emocionais favoráveis, como:

  •  Alegria;
  •  Motivação;
  •  Calma;
  •  Pensamentos positivos.

Reagir aos gatilhos mentais é algo natural do ser humano diante de estímulos externos. E isso pode ser trabalhado de maneira estratégica para proporcionar sentimentos desejados.

Como fazer o uso deles?

Para ter um bom acompanhamento no topo do funil, os gatilhos mentais podem conquistar cada vez mais os seus consumidores.

Com isso, é preciso entender o comportamento de compra dos clientes para oferecer o seu produto ou serviço como uma solução para um possível problema dele.

  1. Convencer clientes

Eles são usados como técnicas de persuasão para convencer os clientes de que seu produto ou serviço é a melhor opção de compra no mercado.

Eles podem ser trabalhados em campanhas de marketing, vendas e no acompanhamento do funil.

Entretanto, os gatilhos devem ser trabalhados de maneira ética, com muita responsabilidade. O objetivo nunca é enganar o consumidor.

No geral, isso tudo é importante, principalmente para conquistar os clientes e apresentar mais sobre os serviços e produtos que a suaempresa oferece.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado 

para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *